Total de visualizações de página

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013



     É COMUM QUERER ALGO PELO SIMPLES FATO DE NÃO TÊ-LO, E QUANDO TEMOS NÃO RARO DEIXAMOS DE QUERER TANTO ASSIM. PERDE A GRAÇA, ACOSTUMA-SE.

     GOSTE DO QUE VOCÊ TEM, POIS NEM SEMPRE O QUE QUEREMOS E NÃO TEMOS É BOM PARA NÓS.PENSAR ASSIM TALVEZ SEJA A FORMA MAIS PRÁTICA DE  CULTIVARMOS MAIS MOMENTOS FELIZES DO QUE DE INSATISFAÇÃO.
     VALORIZAR A REALIDADE SEM RECLAMAÇÕES, INCLUSIVE A ROTINA, É FAVORÁVEL PARA ACALMARMOS AS NOSSAS INQUIETAÇÕES.
     BASTA LEMBRARMOS O QUE SERIA DAS NOSSAS VIDAS SEM O QUE TEMOS HOJE.
PERCEBER  O VALOR DE ALGO PODE  SER ÀS CUSTAS DA SUA PERDA .
     MAS NÃO HÁ PADRÕES DE CONDUTA PARA GARANTIR QUALQUER COISA NESSA VIDA.
    POR OUTRO LADO, NINGUÉM DEVE ACOSTUMAR-SE COM SITUAÇÕES QUE NÃO LHE FAÇAM BEM.
SE NÃO TEMOS PAZ COM O QUE NOS CERCA,TEMOS O DIREITO DE MUDAR. 
    COMUMENTE MUDAMOS MAIS COM A EMOÇÃO, DO QUE COM O BOM SENSO, PRINCIPALMENTE SE PREDOMINAR UM DESCONFORTO EMOCIONAL EXPRESSIVO.
    TEMOS O DIREITO DE REALIZAR OS ANSEIOS DO CORAÇÃO, E DAR ENSEJO A UM   CERTO ENTUSIASMO, QUANDO ALGUM OUTRO CAMINHO DÁ ESPERANÇA DE MELHORAR O CONTEXTO EXISTENCIAL DESAJUSTADO.
    CONTUDO, NESSAS MUDANÇAS QUE NOS ARREBATAM, MESMO QUE A RAZÃO TENHA INVEJA DA EMOÇÃO, UM POUCO DE CADA UMA LEVARÁ A UMA BOA ESCOLHA , DIRIA, MAS NA PROPORÇÃO DE 1:2...(RISOS)

(TEGF)




Nenhum comentário:

Postar um comentário